NOVOS PRODUTOS E MARCAS- VALE A PENA DISTRIBU

Não há como negar que estamos vivendo um período de adaptações, mudanças nos meios de comunicação, agilidade no atendimento ao cliente e principalmente lançamentos de novos produtos, novas marcas, indústrias e um crescimento na economia do país.

Também podemos notar que no segmento de PetFood não é diferente. Novas empresas aparecem, novas idéias são introduzidas no mercado, mas o que podemos verificar é a predominância das marcas e produtos já conhecidos do segmento.

Normalmente, à maioria das Indústrias, que querem iniciar ou incrementar seus negócios no mercado Petfood acreditam que há facilidade de introdução de seus produtos através de distribuidores. O que se esquecem é que, a maioria deles já possuem uma parceria com grandes marcas.

Então o que sobra para elas?

A procura de novos distribuidores ou a parceria na implantação e desenvolvimento de novos distribuidores.

O que o Distribuidor precisa avaliar, para introdução de produtos novos.

Em primeiro lugar quando se é procurado por uma Indústria para comercialização de novos produtos, é preciso avaliar com calma a proposta e procurar saber qual a realidade da Indústria que propõe essa parceria. Sim porque nada mais é do que uma parceria, que nos dias de hoje é fundamental, tanto para indústria como para distribuidor. Não podemos esquecer que uma parceria de negócios é uma via de mão dupla.

Efetuar junto aos seus clientes uma pesquisa com dados concretos sobre produtos similares. Saber a opinião da outra ponta da cadeia de negócios é fundamental e para isso normalmente utilizam-se amostras dos produtos novos, isso demanda tempo.

Procurar saber em qual faixa de consumo esses produtos ou marcas serão inseridos; Standard, Premium ou Super-Premium. Cada uma delas possui uma característica de comercialização diferente, possuem necessidades diferentes, pois o poder aquisitivo de seus consumidores variam.

Também deve-se efetuar uma analise criteriosa e o mais perto da realidade possível sobre a continuidade de negócios entre os parceiros. De acordo com alguns distribuidores, a maioria das Indústrias, exigem muito sem uma contrapartida.

Obter informações precisas sobre os produtos concorrentes, o poder de reação dos fabricantes desses produtos e distribuidores. Lembrem-se, ninguém vai ficar observando uma nova marca ou produto entrar no mercado e ir tomando uma fatia de seus clientes. Haverá uma reação proporcional.

Deve-se também levantar todos os dados, o que é um pouco mais difícil, sobre as condições que os concorrentes oferecem ao mercado; prazos, preços, qualidade, quantidade, prazos de entrega e quem são esses concorrentes, digo um pouco mais difícil, pois na maioria das vezes existem informações desencontradas, entregar o segredo ninguém entrega.

Um comparativo de produtos, marcas, embalagens e condições é fundamental para saber com quem irá concorrer.

É importante para o distribuidor saber o que a indústria espera dele e o que ela está disposta a oferecer para sua equipe comercial. Normalmente procuram distribuidores com uma alta capacidade de armazenamento e distribuição. Uma frota de veículos razoavelmente nova e em ordem, equipe de profissionais de vendas que comprem essa idéia de nova parceria.

Também não se pode esquecer do fornecimento dos produtos. Qual o prazo de entrega, quantidade mínima que a industria se propõe a fornecer e o prazo de pagamento desses produtos. Na maioria das vezes os novos negócios são inviabilizados por que as Indústrias visão um retorno à curto prazo, e quem atua nesse ramo sabe que este tipo de trabalho é de médio e longo prazo. O mais difícil é convencer o lojista de que deverá efetuar um trabalho de abordagem aos seus clientes propondo uma troca de marca de produtos.

Deve-se também avaliar os riscos que vão ser assumidos pelo distribuidor. A maioria das vezes quando se inicia um novo negócio, ou este não dá o resultado esperado, todos os custos são assumidos por este, por isso algumas perguntas deverão ser feitas e esclarecidas antes de assumir o novo negócio, como por exemplo:

– Qual o investimento que a Indústria está efetuando na divulgação de seus produtos?

– Qual o apelo mercadológico que existe por traz dos produtos?

– Existe uma campanha promocional para alavancar as vendas?

– Haverá possibilidade de uma campanha de incentivo para a equipe comercial do distribuidor e seus clientes?

– Qual a expectativa de retorno que a indústria tem do negócio, curto, médio ou longo prazo?

– Como será efetuado o pagamento e qual o prazo que se oferece para o inicio do negócio?

– Qual a validade que terá essa parceria? – Em alguns casos, os distribuidores foram deixados de lado quando os negócios começaram a render frutos.

– Como serão efetuadas as trocas e atendidas às reclamações e necessidades dos clientes?

– Qual o capital que você distribuidor terá que investir e de que forma?

– Quanto tempo levará para ter o retorno do capital investido e o lucro que esse capital vai proporcionar?

– Qual região de atuação que está sendo oferecida? É a mesma que o distribuidor já conhece e efetua seus negócios? – Uma nova região torna o trabalho mais demorado e difícil além de se exigir uma logística diferente do que se utiliza habitualmente.

Há os que vão concordar comigo e os que vão discordar, mas acredito que esses são os tópicos fundamentais para uma boa parceria de negócios. A introdução de novos produtos no mercado não é extremamente difícil, mas tem que haver por traz uma empresa seria e comprometida, que atue em conjunto com seu distribuidor, que não recue quando aparecer as primeiras dificuldades.

nbs. administracao@gmail. com

nbsousa_2005@hotmail. com

https://twitter. nbdesousa com.br /

Resultados patrocinados para: Negócios

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. julho 18, 2010

    NOVOS PRODUTOS E MARCAS- VALE A PENA DISTRIBU: Não há como negar que estamos vivendo um período de adaptações, mud… https://bit.ly/bCVQfC

  2. julho 18, 2010

    NOVOS PRODUTOS E MARCAS- VALE A PENA DISTRIBU: Não há como negar que estamos vivendo um período de adaptações, mud… https://bit.ly/bCVQfC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *