Como eu comprei a minha primeira empresa

Léo Caldas, Ricardo CorrêaO MELHOR CAMINHO PARA ELE
Felipe Maia, franqueado da SuperSan, diz que é mais fácil encontrar pontos falhos que podem ser corrigidos em uma empresa ativa do que em um negócio nascente

NEGÓCIO SANEADO
“Foram dois anos de pesquisa para realizar o sonho de tocar o meu próprio negócio. Mesmo com um emprego seguro, não deixava de prospectar ideias que pudessem se transformar em uma empresa de sucesso. A oportunidade surgiu quando um amigo me disse que estava disposto a passar para a frente a sua franquia da SuperSan, pois não conseguia fazer a empresa decolar. Fiz um bom estudo do mercado, uma sólida análise financeira e um plano de negócios com projeções de custos para o primeiro ano de operação. Descobri que o cenário era promissor. O problema central era que os antigos sócios nem chegaram a trabalhar o mercado direito. Dois fatores pesaram na decisão de compra: o fato de ser franquia, o que me dava segurança e know-how de operação, e o aspecto inovador do negócio, especializado no controle microbiológico em ambientes fechados. Investi R$ 100 mil na compra da unidade de Recife, 25% menos do que o preço de uma loja nova. Montei a estrutura da franquia para faturar no primeiro semestre R$ 10 mil por mês. Acertei na equação. Como o serviço prestado deve ser repetido a cada seis meses, já é possível formar uma carteira de clientes fiéis.”

“Dois fatores pesaram na hora da compra: o fato de ser franquia, o que dava know-how de operação, e o aspecto inovador do negócio”
Felipe Maia, 26 anos, franqueado da rede SuperSan, Recife, PE

por Fernanda Tambelini e Laura Knapp

Resultados patrocinados para: Negócios

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. setembro 27, 2009

    Como eu comprei a minha primeira empresa https://bit.ly/1S06eu

  2. setembro 27, 2009

    Como eu comprei a minha primeira empresa https://bit.ly/1S06eu

  3. setembro 27, 2009

    Como eu comprei a minha primeira empresa: O MELHOR CAMINHO PARA ELE Felipe Maia, franqueado da SuperSan, diz qu.. https://bit.ly/pwHnP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *