Banco de dados tercerizado opção pelo verde

*Adriano Filadoro Muito se fala em ‘TI verde’, mas será que as pessoas sabem mesmo identificar que ‘verde’ é ‘mais verde’? A demanda por espaço nos bancos de dados está em alta, atualmente, e deverá crescer 15% ao ano até 2012. Empresas que investem em infra-estrutura própria para manter essa demanda ‘insaciável’ por espaço, capacidade de armazenamento e energia, vão chegar a um ponto de estrangulamento: terceirizar para crescer. Cada vez mais empresas – publicas ou privadas – estão delegando a administração do banco de dados a terceiros. Primeiramente, por todas as vantagens já apresentadas pela terceirização de serviços. Mas, principalmente, porque para continuar crescendo é necessário ter mais foco nos negócios, evitando mobilizar os principais executivos da empresa em discussões que exigem tempo e dinheiro. Pior, discussões que recomeçam pouco tempo depois de todo investimento ter sido realizado. O modelo terceirizado do data center tem feito com que empresas pensem em negócios do ponto de vista do melhor uso de recursos naturais. Delegar a tarefa a uma empresa eficiente nesse nicho de mercado parece ser a decisão mais estruturada que se pode tomar, tanto em termos de negócio como de meio ambiente. Segurança é outro valor que está deixando de ser intangível às empresas, na medida em que muitas conseguem dimensionar os estragos devastadores causados por problemas de acesso, ainda que estejam resolvidos em poucas horas. Assim, contar com um fornecedor idôneo, que oferece capacidade de manutenção no hardware com zero de inatividade, bem como a recuperação imediata em caso de falha, back up e restore otimizados, questão de sobrevivência. Apesar de todos os benefícios que a terceirização de um data center oferece, trata-se de um relacionamento de confiança e que deve ser construído com muita cautela. Portanto, analisar qualidade dos serviços é um passo decisivo antes de optar por um fornecedor. Muito mais do que o investimento, propriamente dito. É importante avaliar questões como segurança física, suporte e acessibilidade às informações. Um bom parceiro de negócios oferecerá confiabilidade na proteção e na recuperação dos dados, garantindo mais segurança na continuidade do trabalho. A automatização do back up – através de ferramentas de alta performance – diminui as janelas e o torna mais eficiente. Outra vantagem é a liberação de espaço em disco, reduzindo custos de infra-estrutura. Além de ser uma opção pelo ‘verde’, a terceirização do banco de dados representa maior capacidade para suportar os aumentos de demanda e agilidade para centralizar informações distribuídas em unidades remotas, facilitando o planejamento de crescimento em futuro próximo. *Adriano Filadoro é consultor e diretor de tecnologia da On Line Brasil (São Paulo-SP) www. onlinebrasil. com. br

Resultados patrocinados para: Negócios

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. julho 19, 2010

    Banco De Dados Terceirizado: Op: *Adriano Filadoro
    Muito se fala em ‘TI verde’, mas será que as pessoas sabem mesm… https://bit.ly/9pLw8J

  2. julho 19, 2010

    Banco De Dados Terceirizado: Op: *Adriano Filadoro
    Muito se fala em ‘TI verde’, mas será que as pessoas sabem mesm… https://bit.ly/9pLw8J

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *