Espiritualidade Nas Empresas E Nos Neg

Muitas empresas estão se destruindo e nem mesmo se dão conta disto, a desarmonia que existe entre seus administradores, colaboradores, clientes e fornecedores, a estrutura totalmente materialista pautada no “ter” que visa somente o lado tangível, colocando de lado o “ser”, são fatores que causam danos irreparáveis. Temos por exemplo: departamentos em guerra psicológica, cada qual tentando se sobressair, cada um querendo ser o melhor e dentro desses grupos não é diferente, em vez de somarem suas forças, dividem-se. Cada indivíduo e departamento trabalham em separado, um precisa ser melhor que o outro, é uma questão de sobrevivência e honra. Esta estrutura destituída de amor e espiritualidade faz com que a sinergia da empresa deixe de existir, ou seja, cada um para si e Deus se quiser para todos. A harmonia simplesmente não existe e a vibração do ambiente é péssima. Empresas assim estão cada vez mais fora do mercado onde os colaboradores estão cansados e esgotados por gastarem energias desnecessárias com tais desentendimentos, gerando conseqüentes problemas e cada vez maiores, muitas vezes sem solução. As pessoas que ali trabalham ficam à beira de um colapso nervoso, seus fornecedores procuram distanciar-se, uma vez que as vendas ficam cada vez mais comprometedoras; seus clientes fogem. Em meio a esta turbulência ficam todos desesperados correndo de um lado para o outro, sem solução. Somente a somatória das energias positivas, a satisfação no trabalho, a alegria entre os administradores e seus colaboradores e afins, é que formarão grupos departamentais engajados que, a partir disso, poderão juntos fazer o grupo, a empresa, o negócio mais crescer e prosperar. Vemos muitas empresas que dão certo e são cada vez mais emergentes no mercado, entretanto, outras, apesar do esforço estão falindo, o curioso é que têm os mesmos produtos, os mesmos preços, enfim, tudo igual. Mas, não o mesmo desempenho, o mesmo coleguismo, o mesmo amor pelo trabalho, podemos resumir: não têm a estrutura espiritual como base. As empresas que estão se voltando para o intangível, ou seja, destituindo-se do materialismo imperioso e se espiritualizando através do respeito, da moral, da ética; olhando para seu colaborador de forma companheira e humana, para o seu fornecedor como amigo e parceiro; colocando-se também no lugar de seus clientes e fazendo a eles o que gostaria que os mesmos fizessem, estão pautadas na ética, na moral e no amor, pois contam com a sabedoria espiritual. Estas empresas encontram apoio moral dos clientes, dos colaboradores e da sociedade, são dignas de respeito e atraem para si o que realmente são, o sucesso. Todos as respeitam e querem colaborar, participar, ser parceiros, atuar juntos etc. Realmente podemos dizer que há parceria! Observemos que a transformação já se inicia, a responsabilidade corporativa continua a ganhar adeptos. Felizes daqueles que acordarem para tais fatos que começarão a transformar o planeta. Quando quisermos olhar para a principal estrutura de uma organização seja empresa, negócio, grupo, família, não importa, devemos primeiramente sedimentar esta estrutura e trabalhar pautados nestes valores, que através dos aprendizados e práticas constantes, irão se firmando, permitindo o crescimento do grupo, distanciando-se do colapso. O sucesso chegará incontestavelmente, é fato. Conforme estudiosos o capitalismo aponta uma tendência na nova era que irá transformar o mundo dos negócios, do trabalho a vida e investimentos dos indivíduos, pois afirmam que a próxima barreira no mundo dos negócios será predominantemente espiritual e prevê uma transformação no capitalismo. Tais fatos vêm confirmar estas transformações para melhoria no planeta, a era da espiritualidade no mundo corporativo já se iniciou. As empresas que apostarem neste novo rumo serão vencedoras, tanto em harmonia, desempenho, produtividade, ambiente saudável, feliz e acima de tudo, lucrativo. Estas empresas serão as que permanecerão no mercado, pois qual o empresário, o líder que não quer o bem estar, a felicidade física e espiritual de sua empresa? Nenhum acionista quer ser surpreendido tardiamente pelo aniquilamento de sua empresa, e sim, quer que sua administração consiga conduzir seus colaboradores ao bom relacionamento, recebendo o benefício do espírito de equipe, da sensação de estabilidade, confiança e lealdade bilateral com os empregados, minimizando as sensações de ameaças e medo. Estejamos atentos, pois erroneamente pensamos que tais acontecimentos não baterão a nossa porta, ledo engano! A globalização e a concorrência acirradas fizeram com que os diferenciais intangíveis tomassem a dianteira. Saibamos nos preparar e levar a espiritualidade para nossa vida, nossa empresa, nossos negócios, ou seja, para onde estivermos. Assim sendo, seremos vencedores, pessoas que liderarão com excelência a sua vida. Não basta esperar, o momento é agora. Leontina Rita Acorinte Trentin. www. institutoatlantida. com. br

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. março 14, 2010
  2. março 14, 2010
  3. março 14, 2010

    Espiritualidade Nas Empresas E Nos Neg: Muitas empresas estão se destruindo e nem mesmo se dão conta disto, a desa… http://bit.ly/9oXdtH

  4. março 14, 2010

    Espiritualidade Nas Empresas E Nos Neg: Muitas empresas estão se destruindo e nem mesmo se dão conta disto, a d.. http://bit.ly/cwIAIG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *